Projeção de crescimento do orçamento é de 7,6%

Secretarias de Saúde e Educação recebem maior percentual. Arrecadação é estimada em R$ 14 milhões

Apesar da crise financeira instaurada no país e da provável queda no PIB para 2021, a administração municipal caminha na contramão destes cenários e projeta crescimento na arrecadação.

Conforme o projeto de Diretrizes Orçamentárias encaminhado para análise dos vereadores, a meta é chegar aos R$ 14 milhões no ano que vem. O crescimento comparado com o atual exercício é de R$ 7,69%, ou seja, um aumento de R$ 1 milhão nos valores arrecadados.

Segundo o secretário da Administração Roberto Luís Müller este resultado é fruto da gestão eficiente e do cuidado com o dinheiro público. “Com isso será possível executar mais obras em todas as áreas”, destaca.

Entre os projetos realizados nos últimos três anos com recursos próprios cita a construção de uma nova ponte sobre o Arroio Alegre, a ponte baixa em Vila Haas, asfaltamento da Vila Born, colocação de lâmpadas de Led na área central, em Bauereck, construção de calçada até o parque de exposições, novo prédio da escola de educação infantil em fase final, ampliação e melhorias na escola municipal João Batista de Mello, asfaltamento do acostamento na Avenida Martin Luther, pavimentação de ruas e construção de calçadas, compra de máquinas e equipamentos, entre outros projetos em andamento ainda.

“Somando com as emendas liberadas os valores aplicados durante esta gestão passarão de R$ 10 milhões até dezembro”, calcula.

Para o próximo ano as áreas da Educação e Saúde receberão os maiores percentuais do orçamento.

Divisão

Câmara de Vereadores: R$ 445 mil (3,18%);

Gabinete do Prefeito: R$ 445 mil (3,18%);

Secretaria da Administração e Fazenda: R$ 1.515.000,00 (10,82%);

Secretaria da Educação, Cultura, Turismo e Desporto: R$ 3.670.000,00 (26,21%);

Secretaria da Saúde, Habitação e Assistência Social: R$ 3.420.000,00 - (24,43%);

Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente: R$ 2,3 milhões (16,43%);

Secretaria de Obras, Desenvolvimento Urbano e Rural: R$ 1.665.000,00 (11,89%);

Secretaria do Planejamento, Indústria e Comércio: R$ 400 mil (2,86%);

Reserva de Contingência: R$ 140 mil (1%).

Fotos e texto Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Forquetinha