Sementes de milho tem valor reduzido

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) anunciou recursos de R$ 8,26 milhões para os agricultores que têm dívidas com o programa Troca-Troca de Sementes da safra 2019-2020.

No total, 52 mil agricultores vão ser beneficiados com a medida. Conforme o secretário Covatti Filho para o Programa Troca-Troca Safra, o subsídio por parte do governo passará de 28% para 60%.

A saca de semente de milho que custa R$ 160, com o subsídio de 28% ficaria em R$ 115,2 e agora passará a ser de R$ 64. E a saca de semente de sorgo que custa R$ 136, com o subsídio de 28% ficaria em R$ 97,92, agora passará a ser de R$ 54,40.

Deste montante, 50% ainda é custeado pelo município. O valor a ser ressarcido aos agricultores (255) chega a R$ 12,8 mil. Logo, o valor a ser cobrado do produtor é de R$ 32 por saca. Neste sentido, o secretário da Agricultura e Meio Ambiente, Adair Pedro Groders, destaca que as famílias que ainda não efetuaram o pagamento para que retirem o boleto com o novo valor. “Quem já pagou terá a diferença ressarcida diretamente em suas contas bancárias”, orienta.

Para saber

Este ano foram encomendados 418 sacas da variedade Híbrido Convencional e Híbrido Transgênico. O projeto beneficiou 272 produtores. Na última safra foram cultivados 350 hectares de milho para grão e 1.650 hectares de milho para confecção de silagem.

Foto e texto Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Forquetinha