Após 15 anos, família organiza encontro

Os Gisch reúnem-se neste domingo no Parque de Exposições

Com o objetivo de reencontrar familiares e manter viva a história dos primeiros descendentes vindos da Europa no século XIX, será realizado neste domingo, o 4º Encontro dos Gisch.
Conforme o pesquisador Lucas André Grahl da Silva, 19, no período de 1853 a 1855 chegam ao Brasil os imigrantes alemães Johannes Gisch e Sophia Geiss Gisch, acompanhados com seus três primeiros filhos: Jacob Johann, Christian Karl e Elisabeth Gisch.

Ao chegar no estado, adquiriram dois lotes de terras, em Picada Feliz, pertencente ao município de São Leopoldo, naquela época e hoje cidade de Alto Feliz. “Eles vieram do distrito de Wolfersweiler, cidade de Nohfelden, região do Saarland, no Sul da Alemanha”, conta.

O casal teve nove filhos. O mais velho, Jacob Johann Gisch é pentavô de Lucas e trisavô de Arvo Alvis Gisch, 64, organizadores do encontro.
Conforme Arvo, Jacob e a mulher Maria Karolina Müller vieram para Alto Conventos, interior de Lajeado, em 1885, a pedido do Pastor Doebber. A casa enxaimel construída na época é preservada até hoje pela família Bourscheid.

No início dos anos de 1890 a família adquiriu um lote terras na Colônia de Forquetinha. “Uma das descendentes e herdeiras de uma das propriedades é a dona Erna Asta Scherer Gisch, 80, bisneta do colonizador”, observa.

O último encontro dos familiares ocorreu em 2004.

Programação

A programação será realizada no Parque de Exposições Christoph Bauer, a partir das 9h com recepção e roda de chimarrão. Às 10h haverá abertura oficial, seguido da apresentação de um breve histórico, culto ecumênico e almoço ao meio dia. Na parte da tarde será realizada reunião dançante com a Banda Ritmo Alegre.  

São esperadas visitas de vários estados, como Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e inclusive de outros países, como do Paraguai.

Foto divulgaçãoe texto Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Forquetinha